CONTEÚDOS

O que comer durante as atividades de longa duração?

postado em : 22/05/2015

Muitas dúvidas surgem em relação a carga de treinos e qual tipo de suplementação usar.

Treinos curtos, cerca de 40 minutos, de intesidade moderada não necessitam muito mais além de boa alimentação e hidratação, mas a medida que a intensidade aumenta, ou seja, treinos de mais de uma hora ou 10km, as reservas energéticas musculares e hepáticas (o glicogênio) começam a reduzir causando queda no rendimento, por isso a cada hora de treino intenso é interessante repor essa energia.

Para isso alguns atletas lançam mão de doces como mariola e paçoca, que podem ser difíceis de digerir durante a atividade levando a desconforto abdominal.      

Já o uso de suplementos como géis de carboidrato ou isotônicos que contenham carboidratos, podem ser melhores opções, pois além de serem fácieis de carregar e ingerir, possuem quantidades controladas dos nutrientes. Dentre os carboidratos utilizados, os de rápida absorção são os mais indicados, como a maltodextrina e a dextrose e cerca de 30g são o suficiente para garantir mais uma hora de treino.

De qualquer forma, comer adequadamente principalmente nos momentos de descanço e recuperação fará sem dúvida toda a diferença nos treinos e competições.
 
Voltar